7 TIPOS DE TRAIÇÕES PRATICADAS PELOS HOMENS PORTUGUESES

7 TIPOS DE TRAIÇÕES PRATICADAS PELOS HOMENS PORTUGUESES

90% Dos homens traem as suas companheiras, óbvio que não é um dado fidedigno, uma vez que, não fiz nenhum inquérito sobre o assunto e sinceramente também não o faria. As pessoas mentem e muito e ainda mais, quando os assuntos são delicados. Eu sou mulher, já traí, já fui traída (doeu bastante, mas não fiquei ressabiada), e numa próxima vez, falaremos sobre as traições das senhoras.

Vamos lá falar dos machos, porém não podemos colocá-los todos no mesmo saco. Por isso, vamos aqui fazer uma segmentação.

1º OS QUE TRAEM POR AMOR

1º OS QUE TRAEM POR AMOR

Neste grupo temos dois tipos de traidores, os que se apaixonam verdadeiramente e decidem separar-se (minoria) e os que nunca têm sexo com a mulher, que dormem no sofá e que só estão juntos, porque a mulher é má, ou tem uma doença qualquer ou por causa dos filhos.

Vamos debruçar-nos sobre os coitadinhos, que têm uma mulher que é um monstro ou que está doente ou que têm filhos pequenos.

Ora bem, esta desculpa é digna de museu, de tão antiga que é. Mas, é mesmo um caso de sucesso e deveria ser um “case study”. Nós mulheres somos muito mais emotivas que os homens, adoramos fazer o papel de mães e também, não resistimos a um bom drama.

Lamento informar-vos, é quase tudo mentira. Vocês vão acabar infelizes, amargas, à espera que ele tome a decisão (que nunca vai tomar) e no final, em vez de arranjar uma nova mulher, arranja uma nova amante. No entanto, pode-se dar o caso, da mulher dele descobrir e sabiamente, despachá-lo. Nesse caso, vocês passam a ser a oficial (ou não), yupiiii e entretanto, ele arranja uma nova amante que adora ser mãe de gajos crescidos e que não resiste a dramas.

2º OS QUE TRAEM POR “DESPORTO”

2º OS QUE TRAEM POR “DESPORTO”

Não resistem a conquistar o público feminino, flertam a toda a hora e se tiverem a sorte de alguma lhes dar conversa, “esfregam as mãos de contentes” e não se fazem de rogados. Este tipo de homem, não é dado a remorsos e nunca vai deixar de ser assim, porque é algo que lhe corre nas veias.

Estas traições servem única e exclusivamente, para afagar-lhes o ego, para assegurar-lhes que ainda são apetecíveis e que ainda não perderam o poder da sedução. Na maioria dos casos, nenhum destes “affairs” tem importância para eles.

Com o avançar da idade, a insegurança aumenta e a necessidade de provar que são garanhões não diminui. Os que envelhecem como o “Paul Newman”, não têm tantos problemas e se tiverem dinheiro menos ainda. Os que envelhecem mal e têm dinheiro, fazem figuras tristes e os que envelhecem mal e não têm dinheiro, ficam com as lembranças dos tempos idos.

3º OS QUE TRAEM, MAS QUE SE “ASSEGURAM” QUE NÃO VÃO TER PROBLEMAS

3º OS QUE TRAEM, MAS QUE SE “ASSEGURAM” QUE NÃO VÃO TER PROBLEMAS

Porque traem, pelos mesmos motivos que os restantes e neste grupo temos também dois tipos. Os que têm a amante fixa e que é tratada como se fosse mulher e os que recorrem aos serviços de acompanhantes.

Os do primeiro grupo, normalmente providenciam tudo à amante, dão-lhes casa, carro, roupas, operações plásticas, cabeleireiro e tudo mais.

Mantêm-na feliz, porque querem o melhor para eles e também, não querem problemas (e claro que, o dinheiro não é problema para eles). Inevitavelmente, estes também acabam por se cansar da amante. Porque existem outras mais novas, porque a amante começa a querer ser a esposa e por outras razões que não vêm ao caso. Como é que se livram da amante indesejada? Pagam, ameaçam que lhes tiram tudo ou então lixam-se. Tudo depende da inteligência do individuo e por isso, a razão das aspas na palavra “asseguram”.

Agora o segundo grupo, quanto mim, um pouco mais inteligentes que os do primeiro. Garantidamente, se fizerem a coisa bem-feita, a probabilidade de terem problemas é significativamente menor que os anteriores. Mas este é um mundo extremamente complexo e se vos passa pela cabeça que estas mulheres são burras, na maioria não são. Têm uma grande escola de vida e conhecem os homens como ninguém. Elas são confidentes, são máquinas de sexo, são dançarinas, são o que eles quiserem e aparentemente são eles que mandam. Porém, elas querem que eles pensem que mandam, porque tudo é feito com um imenso despreendimento. O verdadeiro poder, reside na capacidade de manipular o outro.

Não estou a dizer, que não existem as ingénuas e as que não têm o sonho da “Pretty Women”, existem. Mas o número é bastante mais baixo, quando comparado com as raparigas (com empregos “normais”, chamemos-lhe assim) que andam por ai à espera do príncipe encantado. É um negócio puro e duro, sem espaço para grandes “castelos na areia”.

4º OS QUE TRAEM PORQUE É UMA CENA CULTURAL

2º OS QUE TRAEM POR “DESPORTO”

Estes recorrem a acompanhantes e adoram fazer estas coisas em grupo. É como ir a um jogo da bola, um convívio entre machos. Uma coisa natural, passada de geração em geração e portanto, não se pode quebrar a tradição.

Sobre estes, não tenho muito mais a dizer, é uma cena cultural, que também não tem nada a ver com amor, mas sim com necessidade de afirmação.

5º OS QUE TRAEM PORQUE OS AMIGOS TAMBÉM O FAZEM

5º OS QUE TRAEM PORQUE OS AMIGOS TAMBÉM O FAZEM

Estes são as “marias vão com as outras”, fracos de espirito (obviamente inseguros) e que não fazem ideia, do que é ter uma espinha dorsal. Provavelmente quando são apanhados, dizem às mulheres que a culpa é dos amigos. F******, por favor, separem-se deste gajo.

Colocam a culpa em tudo e todos, menos neles… frases do tipo “o que querias que fizesse, ficasse ali a ver, ia dar o ar que sou um tótó” e é mesmo, ou “desculpa meu amor, eles obrigaram-me”, c******, separem-se deste gajo e para finalizar “estava muito bêbado e não me lembro de nada”.

Mentiraaaaaaaa!!! Só desculpas medíocres, que não contribuem de forma positiva para a sua imagem. Óbvio que eles não percebem isso, mas o verdadeiro problema é que muitas de nós, também não. No entanto, o problema está neles e não em nós. Fujam, mas antes metam-lhe um grande par de cornos, sem problemas de consciência.

6º OS QUE TRAEM PORQUE TÊM MEDO DE SER “CORNOS”

6º OS QUE TRAEM PORQUE TÊM MEDO DE SER “CORNOS”

Eles existem, não é um mito urbano. Como aquele, que de vez em quando surge, entre pequenos e graúdos, que diz o seguinte: “Se fizermos sexo oral e engolirmos o esperma, podemos engravidar”. Não, ELES EXISTEM MESMO!!!

Só não sei se, são pouco inteligentes ou se são apenas estúpidos. Justificam-se com “vou meter-lhe os cornos, antes que ela o faça primeiro”, “Olha, encornei-te porque tive medo que me traísses…”.

Pois é, não só estão a assumir que a sua mulher/ namorada (whatever!) é pouco confiável, como também estão a assumir que são inseguros. Pessoal, ninguém gosta de ser traído, mas quem pensa desta forma, merece que lhes façam o favor. Por isso força!

7º OS QUE TRAEM PORQUE SÃO GAYS

Este é o mais complicado de todos (na minha opinião). Sim, são cobardes, mas a sociedade não é nada meiga para muitos destes homens. Não os estou a desculpar, até porque, a traição é sinónimo de deslealdade e a pessoa que é enganada, no mínimo não merece isto.

Porém, muitos destes homens nascem em famílias tradicionais, onde a homossexualidade é vista como uma doença. Vivem num medo constante, sob uma pressão imensa e acham que são anormais. Viver desta forma, não pode dar bom resultado. Felizmente estes casos estão a diminuir, principalmente nas grandes cidades (como Lisboa).

Agora olhem para o interior deste nosso país ou então, dirijam-se um pouco mais para norte, por muito que custe a admitir, a realidade é outra. Mudar mentalidades ou mudar pessoas que não querem mudar, é tarefa inglória. Mas, se devemos continuar a falar sobre o assunto, claro que sim. Se devemos sensibilizar as pessoas para estes temas, sem dúvida. Mas, lutar contra o preconceito e ignorância é uma batalha duríssima.

o 8º tipo de traição: Os que traem porque não têm coragem de terminar a relação.

Agora o meu caso, que poderia ser o 8º tipo de traição: Os que traem porque não têm coragem de terminar a relação. Pois bem, fui traída porque o meu namorado não teve coragem de terminar a relação. Por isso, optou por me trair (que era algo que já lhe devia apetecer há muito), pois sabia que não o iria perdoar. De certa forma, tive o trabalho todo e ele gozou o “prato”. Mas o pior não foi a traição, mas sim, o teatro que fez quando me contou o sucedido. Desde, "perdoa-me", "és o amor da minha vida", "foi uma estupidez" e mais umas tantas baboseiras, que não são dignas de figurar neste texto.

Não só me dificultou imenso a vida, como fiquei a saber que era estúpido, porque não teve a inteligência de guardar o plano que engendrara a “sete chaves”. As pessoas esquecem-se que, o pessoal adora magoar os outros, principalmente quando já estamos totalmente estraçalhados e sem forças para sofrer mais. Foi o meu caso.

Alguém bastante caridoso, teve a decência de me vir contar (volto a reiterar – após a relação terminar e depois do teatro feito), que o dito cujo já não gostava de mim há muito tempo, que lhe dizia imensas vezes que estava farto da relação e que tudo em mim o irritava, tendo terminado esta revelação com, “tinha que te contar, afinal sou teu amigo”. Querias era comer-me, parvalhão... (foi um à parte).

Fiquei destroçada, senti-me a pior coisinha que caminhava à superfície da terra e chorei ainda mais. Depois de me recuperar (eu recupero relativamente rápido), percebi o favor que ele me tinha feito e um daqueles enormes. Porque quando alguém que age desta forma, não tem, com toda a certeza, os ditos no sítio.

Uns meses mais tarde, andava eu na minha vida, a divertir-me à grande, o dito cujo deu à costa (isto faz-vos lembrar alguma coisa). O discurso foi fantástico, estava arrependido e que tinha sido um estúpido. Igualzinho, ao que vos relatei no primeiro parágrafo da minha história (o teatro). Volto a referir, que me andava a divertir à grande (para bom entendedor meia palavra basta), claro que o presenteei com o melhor de mim, com o meu profundo desprezo.

"Falo" desta forma, mas não tenho mágoa. Porém, parece uma história de adolescentes, mas não, já estávamos perto dos 30…

E agora porque é que as mulheres traem? Meninas e meninos algumas pistas?

Posted on 2018-04-03 INSTITUCIONAL 0 7325

Leave a CommentLeave a Reply

Blog categories

Últimos Comentários

Blog search

Compare 0
Prev
Next

No products

To be determined Shipping
0,00 € Total

Check out